sexta-feira, dezembro 24, 2010


Alguns desejos para 2011

6

É, 2010 tá indo embora, gente! Aconteceram tantas coisas legais este ano que pensei em fazer um post de retrospectiva que nem os do ano passado, mas todas as blogueiras do mundo decidem fazer isso durante essa época, né? Portanto ao invés disso, vou escrever alguns dos meus desejos de futilidade pública para o ano que se aproxima, hahaha! =]

Desejo #1 - em 2011, desejo a todo mundo mais criatividade e ousadia na hora de comprar roupas. Sabe aquele estilo de bata que você sempre achou que não fica bem em você, mesmo sem nunca ter experimentado? Então, por que não tentar? Às vezes a blusa pode ficar linda e valorizar suas qualidades. Todo mundo tem medo de mudar, mas algumas mudanças vem para melhor. E outra, por que não comprar, por exemplo, aquele headband super diferente e lindo que você sempre gostou? As pessoas tem mania de se moldar na sociedade para serem aceitas (filosofei agora) e acabam comprando tudo igual ao do outro, não ousam muito na criatividade e não olham para dentro de si, para seus estilos próprios e para o que realmente gostariam de usar. Isso é uma pena, porque o mundo necessita de mais pessoas estilosas. Vamos nos unir para suprir essa necessidade!

Desejo #2 - uma coisa puxa a outra, e o desejo de cima gerou esse: que todas as pessoas assumam quem elas são e liguem menos para o que os outros pensam! A gente deixa de fazer tantas coisas que gostaríamos por causa disso... se parássemos de nos preocupar com as opiniões alheias, com certeza seríamos mais felizes.

Desejo #3 - ainda na ideia de criatividade, espero que todo mundo saia com produções mais elaboradas na rua. Eu sei que a correria do dia a dia impossibilita bastante isso, mas nem que seja na cor do batom ou naquele penteado com trança super fácil de fazer! Um maxicolar que seja já vai dar uma outra cara a um look simples. Mais uma vez, a palavra da ordem é OUSAR!

Desejo #4 - C&A, Renner, Riachuelo & cia, por favor ouçam nossas preces e continuem mudando só para melhor, kkkk! Estamos numa fase em que as lojas de departamentos se tocaram e finalmente começaram a fazer coisas mais estilosas e ligadas com a moda. (Quase) não precisamos mais pagar fábulas só para estarmos bem vestidas, dá pra acreditar?! DEUS É PAI! *-*

Desejo #5 - que o salto de bico fino NÃO vire tendência! Parem de achar lindo aquele Valentino de tachinhas, please! Hahahahaha!

Desejo #6 - já que eu toquei no assunto de tendências, que o jeans com jeans ainda seja hot por mais um tempo, porque eu simplesmente adoro a combinação e quero continuar usando minha camisa jeans. É isso.

Desejo #7 - esse é meio impossível, mas seria ótimo se todos os produtos MAC daqui fossem vendidos pelos mesmos preços pelos quais são vendidos nos Estados Unidos, e as coleções novas (tipo a das vilãs) viessem para o Brasil. MAC é vida e nós brasileiras merecemos isso.

Desejo #8 - vamos tirar mais fotos de momentos felizes, demonstrar mais nossos sentimentos, nos esforçarmos para ser pessoas melhores, viver cada dia como se fosse o último, fazer tudo o que temos vontade... afinal, é isso o que a gente leva conosco pra sempre, né? :)

Como vou ficar off esses dias, já vou desejando a todas (os) um Natal MARAVIRYCO (sim, tô meio apegada a este termo) e tudo de mais lindo nesse novo ano que se inicia. E vamoquevamo em 2011! To all my haters, I love you all!
AH, É, antes que eu mes esqueça, também agradeço a todas que estão mandando dicas de posts que eu pedi no Twitter! Ano que vem adotarei tudinho, ok? :)

Beijometwitta!

quarta-feira, dezembro 22, 2010


Mais umas compras de Natal

5
Sexta passada fui ao shopping fazer compras para as festas de fim de ano. O shopping estava lotado, um horror, e meu pai estava sem paciência pra esperar eu escolher, rs, mas consegui achar coisas legais. Pra usar no Natal, comprei esse macaquinho:


Quando bati o olho, já amei! Como a lavagem do jeans é mais clarinha e o tecido mais levinho, comprei pensando em usar horrores no verão. E também gostei porque eu nunca tive macaquinho, esse é o meu primeiro. A marca é Carmim.
Tentei fugir de comprar os comuns jeans e camiseta, mas não consegui, hahahaha! Acabei comprando um jeans de lavagem escura da Carmim e uma regata branca devoré lá na Renner pra usar no Reveillon. Depois posto os looks aqui! :)

Agora gente, minha mãe foi lá na Zara do Shopping Iguatemi hoje e olha só que BAPHO ela trouxe pra casa:


TÔ PASSADAAAAAAAAAAAAA!!!!
Ôro é sempre bom, e pra começar o ano então, é melhor ainda! Quero muito uma regata paetizada assim, mas eu não acho! Se tivesse P dessa que minha mamis comprou, com certeza eu voltaria lá pra arrematar uma também. Alguém aí sabe onde tem essas regatas maravirycas???
Deem uma olhada mais de pertinho:


Na hora que eu bati o olho, me lembrou a regata que a Fernanda Lima está usando na atual campanha da Vivara:


Amei, amei, amei!

Beijometwitta!

Pesquisa!

13
Agora eu quero saber sobre vocês! Elaborei 5 perguntinhas pra ter uma ideia de quem anda visitando meu blog e, assim, poder melhorar cada dia mais. Respondam aí, por favor! :)


Beijometwitta e muito obrigada! s2

terça-feira, dezembro 21, 2010


Summer shoes!

3
Gente, fala aí: existe coisa pior do que ficar de salto alto num dia super quente, daqueles que fazem tipo uns 32ºC?! Tudo bem que salto melhora a postura e deixa qualquer mulher mais fierce, mas no verão não dá! Só que isso também não é desculpa pra relaxar e usar aquele chinelão velho de lavar banheiro, né. Se for pra passar calor, que seja confortavelmente e com estilo, rs!
Como meu pezito é meio monstrengo, rs, o meu calçado favorito para os dias mais quentes é a boa e velha sapatilha, pois dá uma refrescada mas ser mostrar demais o pé. Eu acho que os modelos lançados nesta estação são os mais lindos, e meus preferidos são os de cores pastéis e de laço na frente.

Em geral, as sapatilhas ficam legais com tudo, só depende da cor que você comprar. Com jeans sequinho, que nem o da Chiara Ferragni (1ª foto) e o da Nicky Hilton (última foto), é à prova de erro!
Além desse modelo bailarina que as meninas da montagem estão usando, tem também o peep toe, que é aquele abertinho nos dedos. Ambos são lindos! *-*

Rasteirinha eu também gosto, mas tem que ter um pé bonitinho e as unhas bem feitas pra usar, senão é feio!

Cada modelo de rasteirinha tem um nome, sabia? Hahahaha, eu achava que era tudo ou gladiadora ou de dedo, mas não é! Então vamos lá às apresentações:
A da Taylor Swift é de dedo. Eu acho muito bonitinha até, mas não é minha preferida. Depois de um tempo que você usa, começa a machucar.
Rihanna está usando uma cutout, acho meio feinha pra falar a verdade, mas parece ser bem confortável.
O modelo da menina do lado da Riri é chamado de hard studs, e embora me lembre um pouco as sandalinhas de Jesus só que com tachinhas, eu até que gosto... só não sei se compraria!
Gisele Bündchen usa uma 80's, que eu acho horripilante. Parece uma bota aberta! Urgh!
Banglez é o modelo que está nos pés da Kate Moss e é talvez o que eu mais gosto, juntamente com as gladiadoras (que, aliás, faltou ai na montagem! Sorry!). Acho estilosinho, mas é muito difícil de achar. Alguém aí já viu pra vender?
E as gladiadoras são aquelas que tem as tirinhas paralelas umas às outras divididas ao meio por outra tira (dá pra ver uns exemplos aqui). Adoro, comprando em cor neutra tipo nude, combina com tudo. Tenho uma nessa cor e acho bem curinga!
Qual modelo vocês gostam mais? :)

Os oxfords demoraram pra cair no gosto das brasileiras, mas finalmente conseguiram nos conquistar e andam fazendo a nossa cabeça! Eles são definitivamente a escolha certa pra quem quer fazer A trendy, e os modelos de cores clarinhas, tipo rosa, creme e lilás (tem uns lindos na nova coleção da Schutz) são os que mais têm a cara do verão. Acho uma graça também aqueles furadinhos! *-*

Os oxfords da Blake Lively e da menina que está ao lado dela são os que eu mais gostei.
O modelo é tipo uma sapatilha, fica legal com tudo. O único cuidado que se deve ter na hora de compor o look é de adicionar itens mais femininos pra não correr o risco de ficar parecendo machona demais, rssss! Vestidos fofos, regata de paetês, shorts/saia de renda ou blazers delicados que nem o da primeira foto fazem o match perfeito com os sapatos!

E por fim, outra escolha certeira: os espadrilles. Como eu já disse aqui, esse modelo que é tipo uma anabela com salto envolto por cordas é o tem-que-ter deste verão.

Gosto muito dos que são amarrados no calcanhar, quem nem o da Alexa Chung e da Julia Faria.
Como é uma sandália bem feminina, o melhor jeito de usar é com vestidinho floral ou com macaquinho. A Fê Paes Leme, por exemplo, pecou no comprimento do vestido, porque nem dá pra ver que ela tá usando espadrilles.
Ah, e pra não contrariar o que eu disse no começo do post, tem que ser de salto médio, hein? Saltão não rola! Hahahahaha!

O meu eleito do verão é a espadrille, preciso urgente de um par! Quais desses sapatos vocês gostam mais?
Beijometwitta!

Os vídeos que faltou postar da minha viagem a Orlando/Miami

3




Gente, eu sei que sou muito engraçada falando com a câmera! Kkkk! E a carinha de cansada e sem maquiagem também não ajuda, mas levem em conta de que cansa DEMAIS ir num parque de diversões por dia durante 10 dias, tá? Rs! Os outros vídeos da viagem eu postei aqui e aqui.

Beijometwitta!

sábado, dezembro 18, 2010


HOT HOT HOT!

2
CARINE ROITFELD DEIXA SEU CARGO DE CHEFONA NA VOGUE PARIS!


A editora-chefe da Vogue França, Carine Roitfeld, anunciou que deixará seu posto à frente da revista no final de janeiro de 2011. O anúncio inesperado, que está deixando o mundo da moda em polvorosa, foi publicado na página da revista na internet.
Roitfeld, que começou a carreira no mundo da moda trabalhando como modelo e stylist, ocupava o cargo desde 2001. “É claro que eu sinto pela decisão de Carine, mas compreendo. Viramos a página e uma nova etapa começa”, declarou Xavier Romatet, presidente da Condé Nast França.
Ninguém sabe ao certo o que a levou a deixar a Vogue e ela ainda não falou a respeito de projetos futuros. Um anúncio sobre sua substituição deve acontecer nas próximas semanas. :OOO

(texto: Criativa)


FREJA BEHA NO BRASIL!


Gente, adivinhem quem está a trabalho aqui no Brasil? A super top dinamarquesa Freja Beha! Ela veio ao nosso país fotografar para as lentes de Henrique Gendre a nova campanha da Santa Lolla e está hospedada no hotel Fasano, em São Paulo.
Com seus traços andróginos e poucas curvas, Freja conquistou o mundinho fashion e é queridinha do chefão da Chanel, Karl Lagerfeld. No ranking do site Models, a modelo está empatada em segundo lugar com Natasha Poly, perdendo somente para Lara Stone.
BTW, Santa Lolla se superando mais uma vez, hein? A atual campanha da marca é protagonizada por Sasha Pivovarova, outra modelo super famosa atualmente. Mas quem será que vai estrelar a próxima? Já tenho uma favorita: Karlie Kloss, hahaha! Enquanto esperamos, já tô morrendo de curiosidade pra ver as fotos com a Freja!

*Já postei sobre a Freja e outra über models aqui,lembram? :)

Beijometwitta!

I LOVE 70s!

0
Eu sou assim, cada hora elejo um estilo como meu preferido. Por exemplo, já tive minha fase "I s2 moda de rua", em que eu fiquei louca por t-shirts estampadas e divertidas, jeans rasgado e sneakers, e também já fui fã do "I s2 punk rock" e quis comprar tudo o que era preto e tinha tachinhas. Mas atualmente ando gostando muito dos anos 70. Não sei por que, mas calças boca-de-sino, batas levinhas, clogs (sim, até elas!) e tudo o que tem estampa tye-die ou étnica está ganhando meu coração! *-*

Meu desfile favorito ever de primavera/verão 2011 foi o da Emilio Pucci, porque achei a coleção bem chique e de um setentismo muuuito fierce, muito minha cara! Kkkkk! As batas com estampas hippie são lindas pra usar com calça pantalona ou boca-de-sino, e os vestidos, todos muito leves e fluidos, são incríveis, sem contar que dá pra usar tanto de dia como de noite.


Aff, e essas botas over-the-knee peep-toe? A cara da ryqueza!!! Quero muito tudo isso pra fazer a-go-ra a femme fatale hippie! Hahahaha!

A passarela da Alberta Ferretti também foi dominada pela tendência e eu adoro ver quanta saia longa ela colocou no desfile! É uma mais delicada do que a outra, e elas fazem o par perfeito com esses tricôs levinhos, vocês não acham?


Achei a coleção um mix impecável do sofisticado com o romântico e os anos 70. s2

Além destas duas, muitas outras marcas também trouxeram de volta alguns elementos da moda hippie:


No look da Fendi, o elemento da época está presente nos ombros de fora, que valoriza o colo, dá sensualidade e era hit!
Badgley Mischka apresenta um look totalmente seventies, com direito à boca-de-sino, bata levinha e sapato pesado de madeira.
E a Blumarine segue a linha da Pucci: estampas, modelagem esvoaçante, franjas e boho! :)

O que eu mais gosto nessa tendência é que os looks são bem anos 70 mas não daquele jeito clichê que nós sempre idealizamos (com exceção, talvez, do look da Badgley Mischka). Todas as grifes trouxeram a mesma ideia, só que de um jeito fresco e novo, sem naftalina! E essa é a graça de resgatar uma tendência do passado, né?! :)

Algumas fotos de inspiração...






Enfim, gente, vamos encostar a skinny por um tempo e apostar numa pantalona. Fica MUITO chique com bata, mas quem quiser uma produção mais jovem, é só usar com mini-blusa.
Vestido comprido levinho pra usar de dia também é muito trendy, adooooro! Headband de couro trançado também é lindo!!!! Ah, e se joga nos óculos com aro redondo à la Ozzy Osbourne!

Beijometwitta!

sexta-feira, dezembro 17, 2010


festa à fantasia.JPG

0














Genteeeee, semana passada foi o aniversário da minha amiga Natali e ela resolveu comemorar com uma festa à fantasia! Muito legal, né? Só tinha ido a uma festa desse tipo quando tinha uns 10 anos, num natal lá na minha família, mas só eu e meu priminho pequeno estávamos fantasiados. ¬¬ Sabe aquela coisa bem sem graça de "estou fantasiado de eu mesmo"? Então, todo mundo dizia isso, affs! Ainda bem que na festa da Nati foi diferente! :D
Como dá pra perceber, fui de Branca de Neve, minha princesa favorita da Disney. Já as minhas amigas que aparecem ai na foto foram de:
Tici - Sherlock Holmes
Mô - médica
Giu - pirata
Mandy - colegial
Lari - Restart, rs
Babi - militar (trendy!)
Rafa - vampiro
Nati - marinheira

Beijometwitta!

quarta-feira, dezembro 15, 2010


Wishlist de Natal

6
Como qualquer outra mortal, eu sou totalmente obcecada em compras. Com o natal chegando, é hora de aproveitar, certo? Hahahahaha! Fiz uma listinha das coisas que eu gostaria de ganhar. Serve até como ideia de presente para o amigo secreto, hein? Check it out:

1- Gloss da Victoria's Secret: sempre quis um desses, mas além de serem difíceis de achar aqui no Brasil, quando a gente encontra custam caro (não vou pagar uns R$ 30 num gloss, gente! Sou mão fechada mesmo!). Lá nos EUA eu estava toda alegrinha achando que ia comprar vários, mas guess what: não achei unzinho pra vender! Sniiiiiiiif! :(

2- Batom Please Me, da MAC: descobri essa cor lá no Gostei... e agora?! e fiquei um pouco obcecada. Sabe quem usa? A Melina Gouveia da novela Passione! *-*

3- Batom Toxic Tale, da MAC: olha, eu mereço um chute por não ter dado nem uma olhadinha na coleção limitada das vilãs lá nos EUA! Entrei lá na loja da MAC no Florida Mall e não viiii, dá pra acreditar?! Agora esses produtinhos não vão vir pro Brasil (e se viessem, seriam muuuuito caros e eu não compraria do mesmo jeito)! Sniiiiiiiif... Toxic Tale vai ficar só nos sonhos mesmo... :(

4- Batom Honey Love, da MAC: eu provei lá na MAC do Florida Mall também, mas não levei. Affs, e o arrependimento agora? :S

5- Chocolate Clássicos, da Kopenhagen: aii, eu amooooo o chocolate da Kopê! É o melhor ever. Ia amar ganhar esse ovo com todos os clássicos juntos... nhaaaam! :9

6- Sapatos da Schutz: eu AMO os sapatos dessa marca! São sempre diferentes e lindos. Meus favoritos da vez são esse oxford rosa bebê feito de camurça, essa meia-pata salmão maravilhosa com tachinhas encrustadas, e essa sapatilha azul bebê com textura de pele de cobra e tachinhas. Já pode vender a alma pra adjquirirrrr? s2

7- Livros da série Gossip Girl, I Will Always Love You e Só Podia Ser Você: sim, gente, a série da TV é baseada na série de livros de Cecily Von Ziegesar, e eu adoooooooro os livros! Tô lendo o 11º volume em inglês e quero ler logo esses outros dois pra acabar de ler a série toda. Recomendo, viu? :) A Blair dos livros é mais fierce do que tudo!

8- Crazy Bands: já que tá virando febre até entre as minhas celebs favoritas, por que não aderir, né? Só rola um mini medo de confundirem com as pulseirinhas do sexo, ALOOOK, kkk! Tenso! D:

9- Blazer de paetês: amo ryqueza, amo paetês. Quero ahueraaa pra causar discórdia nas festas de fim de ano!!!!

E vocês, quais são os itens de suas wishlists? Quero saber!
Beijometwitta!

segunda-feira, dezembro 13, 2010


Style Guide: Rachel Bilson

4

MEU DEUS, faz muito tempo que não posto um Style Guide aqui no blog! Mereço puxões de orelha, I know. Desculpa ai, gente! D:
Ainda me baseando naquela pesquisa que fiz mais ou menos em março deste ano, hoje vou falar sobre o estilo de uma it girl que anda meio sumida da TV, mas que ainda mantém os holofotes sobre si por causa de seu estilo. Tô falando da eterna Summer Roberts de The O.C., Rachel Bilson!

Ao contrário da Summer, que nunca impressionou muito com seus looks básicos e vulgares na série, Rachel tem um estilo bem casual cool. Como ela é super antenada com a moda, não dá pra definir precisamente o que ela usa - ultimamente, a atriz anda bem adepta do militarismo - mas no geral, jeans, camisas fofas, suéteres, Ray-Ban wayfarer preto e botas de cano baixo são seus preferidos no dia a dia. Tanto bom gosto fez com que Rachel lançasse sua própria marca de roupas em 2008, a Edie Rose. O nome é meio brega, mas a coleção é uma fofura! Vale a pena dar uma olhadjénha. ;)


Quer sair por ai fazendo a Rachel Bilson nestes dias mais quentes? Simples: jogue uma camisa delicada, de material nobre e em cor pastel de preferência, sobre um shorts jeans desfiadinho e rasgado, arrematando o look com sandálias de tiras, gladiadoras, sapatilhas ou bota de cano baixo. É só fazer um solzinho mais forte pra atriz sair assim na rua abafando com um copão de Starbucks na mão e o wayfarer no rosto! Chique e fofo, adoooooooro!


Rachel também adora vestidinhos fofos, mas pra quebrar o excesso de doçura, ela aposta no hi-lo esperto, mixando o vestido com acessórios pesados. Seja com uma ankle boot, igual à produção da primeira foto, ou jaqueta jeans, o resultado sempre fica legal. Só não gostei muito do último look, porque eu achei essa jaqueta de couro um pouco estranha e a estampa do vestido caphonys, mas olha esse 3º look com coturnos, que perfeito! *-*


Jeans é um tem-que-ter no guarda-roupa da atriz. Além dos modelos skinny e boca-de-sino (amo!) que vira e mexe ela desfila por aí, a calça oversized também é uma de suas preferidas. Rachel sempre usa com sapatilha fofa e camiseta de malha larguinha. :)


Pesquisando seu estilo por aí, também percebi que Rachel AMA listras. Em camisetas, suéteres, lenços... as listras aparecem sempre em suas produções! Esse primeiro look tá uma graça, tenho um fraco por boca-de-sino e a estampa da camiseta deu um ar fino. O último look é super baba de copiar e atual, já que as wedges estão super na moda. Adorei, com certeza vou me inspirar nessa foto pra montar meu próximo visual! :)


Quanto aos acessórios, já deu pra perceber que ela ama os de cores neutras. As bolsas são sempre de tamanho médio a grande, nas cores marrom castor ou preto. A que ela mais usa é essa matelassada com os dois "C" entrelaçados da Chanel. Bora comprar igual na 25? Kkkkkk!
As botinhas, uma mais linda que a outra, são sempre de cano baixo e nas cores marrom, bege e cáqui. Mas Rachel também adora sapatilhas com lacinhos delicados.
Óculos não tem jeito, ela não desgruda do beloved modelo wayfarer. Pena que aqui no Brasil já tá meio batido, né? Mas eu acho que o modelo preto é atemporal e sempre vai ser cool, invista! ;)
Rachel também é obcecada por lenços. Ela sempre usa no pescoço e com certeza faz toda a diferença no look. Adorei esses da primeira e da última foto! *-*

Ah, é, não fiz uma montagem só com essa característica, mas dá pra ver que a trendy adora um casaquinho preto estruturado e acinturado, né? Mais chique, impossível! ;)

Espero que todo mundo se inspire com os looks da Summer Rachel, porque tá muito fácil de copiar! Essa it girl é um exemplo genuíno de que pra ser fashion não precisa muito. ;)
No próximo SG, vocês vão conferir o estilo da Emma Watson, lembrando também que já escrevi sobre os estilos da Miley Cyrus, Alexa Chung, Mary-Kate Olsen, Lauren Conrad, Agyness Deyn, Olivia Palermo e das divas das nossas séries de TV favoritas. Tem também um SG voltado para os meninos! Pra ver tudo, é só clicar aqui.

Beijometwitta!

ATUALIZAÇÃO: nossa, gente, enquanto fazia as montagens deste post, eu fiquei pensando "não esquece de falar sobre o cabelo dela também, Camila!". E não é que me esqueci? Hahahaha!


Ando bem obsessed por esse cabelo castanho que vai ficando mais claro, em degradê, nas pontas. O nome dessa técnicas é ombré highlights ou mechas texanas e tá a maior febre entre as celebridades. Achei que ficou lindoooo no cabelo da Bilson, parece que foi queimado pelo sol... bafosissímo! s2
Tô pensando em fazer isso nas minhas madeixas, o que vocês acham?

Entrevista com a estilista Gabriela Zuri

3
Ontem eu postei sobre o curso de Moda e tudo o mais, então já que estamos falando sobre isso, resolvi postar hoje a entrevista que fiz com a Gabi Zuri, estilista da marca Cabotagem, famosa no sul do país. Conheci a Gabi lá no evento da Dijean NEO em agosto, e ela foi super fofa comigo, me deu altos conselhos! A entrevista está um pouco grande, mas com certeza vai ajudar a clarear a cabeça de quem está em dúvida. Vale a pena ler! :)


TREND-SE: Gabi, você é formada em Moda pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como saber se eu sirvo pra fazer este curso também? Quais os requisitos básicos que tem que ter pra se dar bem nessa área?

GABI ZURI: Me formei em Dezembro de 2006 e apesar de sempre ter gostado muito de moda (e sentir que eu tinha talento pra isso), eu como toda menina de 17 anos tinha muito medo de encarar isso pro resto da vida. Sempre ficava aquela dúvida: "será que isso vai dar futuro?" ou "será que isso não é apenas um hobby?"... então acabava pensando em outras áreas como Publicidade ou Arquitetura, que são áreas, digamos mais "bem vistas". Então decidi: "Vou colocar na mão do destino", e prestei 2 vestibulares somente: Arquitetura e Moda. Aquele que eu passasse seria uma escolha do meu destino. Felizmente passei em Moda. Na verdade eu não sabia se servia pro curso, eu arrisquei. Durante o curso tive vááárias crises, sobre a certeza de ter escolhido o caminho certo, pois nunca fui exatamente a melhor aluna da sala. Via aquelas meninas tããão aplicadas, tão certinhas e isso fazia eu me sentir tão pequenininha que tinha vontade de desistir. Mas acabei aceitando que aquele era meu jeito e consegui conquistar muita coisa com ele. Nós nunca sabemos se servimos pra qualquer curso (a não ser que a gente tenha certeza do que quer desde criancinha) e somos obrigadas a escolher muito cedo, mas sou a favor de arriscar, de deixar vir de dentro da gente o que vai nos fazer feliz (e se teremos um bom salário, pois todo mundo tem contas a pagar. E felicidade não enche o cofrinho, né?! Rs!). Hoje eu consigo enxergar que era realmente Moda que teria que fazer, mas como todo mundo me senti insegura, é normal. O primeiro requisito que devemos ter é: não se iluda. Aquela moda linda das revistas e passarelas internacionais (e um pouco das nacionais), aquele conceito de "plumas e paetês" raramente vão sair das revistas e passarelas internacionais. O mundo real é bem diferente, tem ralação. Não tem paparazzis fotografando nosso look diário de trabalho (aliás raramente alguém vai reparar nele, então faça isso só pra você). Pra se dar bem na área, uma coisa extremamente importante (a mais) é a CRIATIVIDADE. Você vai precisar muito dela pra interpretar as macro e as micro tendências e adaptá-las à vida do seu público. Você é cobrada o tempo todo, e deve saber lidar muito bem com isso. Planejamento e Organização também são importantes. Feeling pra saber o que se adequa ao seu público, à sua marca... E claro, ler, ler e ler! Revistas, sites, blogs, livros... estar sempre informada com o que está acontecendo no mundo (não só da Moda! A economia mundial por exemplo, influencia diretamente a nossa área) ou o que já aconteceu nele, o que os especialistas e não especialistas pensam é sempre importante.


TREND-SE: O que você diria para uma adolescente que já sabe que quer fazer Moda, mas que tem medo da reação dos pais, de fazer e não arranjar um emprego ou simplesmente que não tem dinheiro para bancar o curso?

GZ: É normal alguns pais "assustarem" com esse tipo de decisão, afinal Moda sempre foi uma profissão vista como fútil (graças a Deus, isso está mudando) e algumas profissões como Direito, Medicina, Engenharia são bem mais respeitadas e claro que nossos pais sempre querem o melhor pra gente, sendo assim querem que tenhamos a melhor profissão e nem sempre enxergam isso na Moda. Meu pai ficou bastante incomodado com minha escolha, mas mesmo assim me deu todo o apoio que eu precisava. Minha mãe não se incomodou, deu muita força. A gente tem que saber negociar, sem bater o pé, sem querer impor, mostrar da melhor forma que é uma ótima profissão e que muitas vezes tem mais reconhecimento do que as citadas acima. E que também depende muito mais do profissional do que da profissão. Medo de não arranjar um emprego sempre tem, né? Além do índice de desemprego no país a concorrência na área é muito grande. Cabe a você fazer o seu melhor, ser a melhor profissional que se pode ser e se destacar no mercado. Um bom networking também é fundamental. O curso (apesar de eu ter feito em uma faculdade pública) é um curso relativamente caro. Digo isso por conta do custo de materiais. Meus professores sempre exigiram os melhores papéis pra desenhar, as melhores canetas pra pintar, gouaches, aquarelas, pincel feito da ponta do rabo da Marta macho do Sul da Nova Zelândia (rs), isso fora os livros, o computador, a impressora, o Trabalho de Conclusão de Curso, as peças (mini-coleções) que você tem que confeccionar durante o curso, é muita coisa! Então pra quem está meio sem grana o bacana é tentar uma faculdade pública, um financiamento estudantil, e arrumar um emprego/estágio pra quebrar o galho, né! Tem que se esforçar, nada vem fácil.


TREND-SE: Sendo estilista, o que você pode dizer sobre a profissão? Quais são suas funções básicas?

GZ: Pensa da seguinte forma: "de quem parte todo o trabalho dentro de uma confecção?". Do estilista, claro. É uma responsabilidade muito grande, pois eu tenho que pensar no trabalho de todo mundo (pelo menos aqui onde trabalho atualmente). Eu não posso deixar ninguém desabastecido, desde o desenhista até a menina que embala as peças prontas. Se faltar serviço pra alguém, a primeira pessoa que vão "culpar" sou eu. Então preciso ser muito organizada e estar sempre um passo a frente do resto do pessoal envolvido (aliás dois passos, pois imprevistos acontecem o tempo todo - tecido que não chega, aviamento que atrasa, funcionário que falta...). É bastante complicado. Minhas funções são muitas, rs.. Tem gente que pensa que eu chego e fico toda bonita sentada na frente do computador desenhando e pesquisando, mas é bem mais complicado. Eu tenho que fazer todas as pesquisas de tendências, cores, modelagens, formas, estampas, styling enfim... tudo. O planejamento inicial da coleção também é comigo. De mim partem os cronogramas, o mix de custos, o mix de peças. Recebo diariamente um monte de representante de tecidos, de aviamentos etc., então preciso além de programar a coleção, me organizar pra conseguir cumprir todos os meus afazeres diários, pois eu também tenho uma meta. Sou eu quem compra os tecidos/aviamentos da coleção, então preciso me programar pra data de chegada de cada um de forma que todos tenham um prazo pra ficar dentro do estoque, não podem ficar lá encalhados esperando a criatividade brotar (é, às vezes falha, rs). Preciso ficar atenta pra não faltar serviço pra ninguém, se não lá vem o chefe louco da vida que o corte está a toa, que as facções estão desabastecidas e vamos perdê-las pra outras fábricas... Tenho que dar suporte a modelagem, pilotagem, silk, bordado, desenhistas, corte, produção. Além do desenho propriamente dito: técnico e de estamparia. Sou eu quem tem que ficar cobrando as pessoas e também a mim, para que as coisas saiam na data prevista. Além disso eu tenho que fazer os custos das minhas pilotos e provar por A+B pro meu chefe que o que eu desenvolvi é viável comercialmente, tanto no custo quanto no modelo. E claro que algumas peças sempre são barradas (e o mais incrível é que justamente as peças que foram barradas, são as peças com mais apelo de tendência. Aí o chefe vê na loja do vizinho vendendo muito bem e vem aceleraaaando sua cabeça perguntando "por que você não avisou?!", rsrs!). Isso é um resumo, as coisas são muito mais complicadas, pepinos acontecendo diariamente de coisas que não tem nada a ver com você mas que caem no seu colo e um enfim de coisas. Fora a linguagem adaptável, pois você lida com pessoas de diversas classes sociais, culturas, etc. E você tem que saber falar a língua deles. É muita cobrança, é muita pressão (um sobe e desce de escadas que vale por uma musculação). Mas na hora que você vê um desfile com a SUA COLEÇÃO, SEU NOME, quando você vê um catálogo lindo ou uma peça que vendeu absolutamente tudo e não deu pra quem quis, ou quando vê alguém na rua usando uma peça sua, é extremamente gratificante!


TREND-SE: Tem que saber desenhar para se tornar uma estilista? E costurar?

GZ: Saber desenhar é importante, mas saber passar a idéia do que você cria é muito mais. Conheço uma estilista que faz uns rabiscos feios demais, mas ela é tão criativa e passa tudo de forma tão clara, que as peças dela saem lindas de morrer. Eu não faço croqui (até faço, mas não sou muito boa), mas faço desenho técnico no Corel Draw, que pro meu tipo de trabalho é bem melhor. Então é muito bacana saber desenhar, mas se sua cabeça fervilha e na hora de colocar o lápis em cima do papel você trava, procure a sua forma melhor de expressar isso. O mais importante é a criatividade. Hoje em dia algumas empresas exigem domínio de Corel Draw, Photoshop e Illustrator, mas eu não concordo, você pode muito bem direcionar um desenhista pra ele colocar no papel/computador as suas ideias. E quanto a costurar, você não precisa de fato saber sentar em uma máquina e sair costurando, mas o mínimo que você precisa entender são os processos de costura, conhecer os diferentes tipos de maquinário, pra que serve cada um, como cada tecido se comporta e qual o melhor máquina e acabamento pra cada um deles. Ou seja, não precisa necessariamente saber fazer e sim saber como deve ser feito, pois é você que vai determinar como sua peça deve ser feita (modelagem, pilotagem etc.).


TREND-SE: Atualmente, muitas garotas se formam em Moda, mas não conseguem emprego na área. Depois de se formar, qual a primeira coisa que você fez para que tudo desse certo e você não se desviasse do seu sonho?

GZ: Foco. A gente tem que ter um objetivo. Podemos até dar uma desviada se as coisas caminharem dessa forma, mas persistência é fundamental. E como eu já falei acima, nada vem fácil, você vai ter que batalhar muito pra conseguir atingir os seus reais objetivos. Vai ter que começar como estagiário, fazendo certos tipos de trabalhos que dão vontade de chorar, gritar e pensar "nossa, mas eu tenho tanto talento...". Mas é uma fase, todo mundo passa por isso. Depois você vai ser assitente de estilo... e aí é com você! Tem que fazer de tudo pra se destacar, mas sem querer passar por cima de alguém, claro. Você tem que se submeter a certos tipos de coisas em prol de um bem maior. E é nessa fase de estágios e auxiliar que você começa a criar a sua teia de contatos. E foi exatamente isso que fiz. Não foi uma primeira coisa, foram coisinhas que ao longo do caminho foram se agregando até eu ter certeza que estava pronta pra um passo um pouco maior (ser estilista de fato!). Ah, uma carta de indicação de professores ou conhecidos também conta muitos pontos.


TREND-SE: Uma mensagenzinha final para as que ainda têm dúvidas?

GZ: Não podemos desistir dos nossos sonhos e objetivos, nem por desânimo, nem por preconceito de pessoas leigas no assunto. Moda é um ramo muito gostoso de se trabalhar. Tem seus problemas, mas todas as áreas têm. Se você gosta de moda, mas não tem certeza de que é o que você quer, faça um curso que tem mais a ver com você e depois faça uma especialização em Moda. Por exemplo, você pode cursar Relações Públicas e uma pós-graduação em Moda para trabalhar na área da comunicação. Pesquise muito sobre os cargos e salários, e se seus pais ainda tentarem te convencer o contrário, negocie, converse bastante com eles, mostre suas pesquisas sobre a profissão. Nossos pais só querem o nosso bem - se eu fizesse o que meu pai sonhou pra mim, eu seria uma médica medíocre. E hoje ele tem muito orgulho de mim, diz pra todo mundo de boca cheia que a filha dele é estilista, rs! Sempre vão ter umas pedrinhas no caminho, mas desistir não pode. E tem que ralar... e ter pé no chão. Vai devagar, com humildade, que você com certeza vai chegar lá!

Muito legal, né, gente? A Gabi também tem um blog super interessante, no qual ela aborda assuntinhos que a gente ama e também os perrengues e dicas da vida de estilista. Pra visitar, é só clicar aqui.
E claro, quero saber se esses dois posts sobre a carreira fashion ajudaram vocês a se decidirem que profissão escolher! Comentem muitooooo, ok? :)

Beijometwitta, e muito obrigada mais uma vez, Gabi!

QUERO ESSE GLOSS AGORA

5

E QUERO SER MORENA PRA USAR ESSE MAKE BRONZE MARAVILHOSO


Ótimas inspirações para o verão essas fotos do calendário 2011 da Maybelline, huh?

Fotos: Dia de Beauté

Beijometwitta!

domingo, dezembro 12, 2010


Profissão: Moda!

2
Bom, gente, ano que vem vai ser um ano muito tenso pra mim, pois será meu último ano no colégio! Clima de despedida e estudos intensos à parte, uma escolha muito importante também vai ter que ser feita: a profissão. Não é surpresa pra ninguém aqui que eu sou aloook por moda, então é claro que essa é um das minhas opções. Sempre quis ler nos meus blogs favoritos um post mais aprofundado sobre o curso de Moda e a carreira fashion pra ter certeza mesmo de que é isso que eu quero fazer, mas nunca encontrei um que respondesse direitinho a todas as minhas dúvidas, por isso resolvi escrever um eu mesma! Se você também é uma fashionaholic e sonha trabalhar na área, este post é pra você! :D

Antes de começar, queria mostrar uma visão minha sobre o assunto. Uma visão limitada, claro, pois nem no high school me formei ainda e muito menos estou trabalhando, mas mesmo assim vou dizer o que acho. Como vocês devem saber, moda não é para qualquer uma. Tem que querer MUITO, tem que ser persistente, tem que se informar, tem que ser a MELHOR, porque esse mundinho é muito ingrato, talvez o mais ingrato de todos. Quem quer mesmo seguir esse caminho, tem que se preparar para receber "não"s, para ter que lidar com pessoas pretensiosas e arrogantes e para trabalhar bastante. De imediato, acho que ser determinada e sociável são essenciais, pois assim já dá pra ir fazendo o networking, que é ESSENCIAL para quem aspira a um it job.


O QUE O PROFISSIONAL FORMADO EM MODA FAZ?
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, quem faz Moda não tem só a opção de virar estilista e criar peças de roupa. O formado no curso tem muuuuitas outras opções! Além do estilismo, que é feito com base na análise de tendências e comportamento do público-alvo, o formado também dá pra ser quem compra e escolhe as matérias-primas, quem cuida do desenvolvimento de estampas, quem articula golpes de marketing para aumentar as vendas ou ainda buyer de uma loja, que é a pessoa que escolhe o que comprar para vender no lugar. Ah, sem contar que também dá pra trabalhar em revistas de moda, em consultoria pessoal, etc.

O CURSO
Andei me informando por ai e vi que Moda tem dois tipos de curso, o bacharelado e o tecnólogico, sendo que ambos são voltados para estilismo, modelagem, negócios e produção. A única diferença é que o primeiro é mais destinado para a criação, para quem quer ser estilista mesmo, sabe? Por isso, algumas das disciplinas envolvidas neste tipo de curso são Desenho e Estilismo, Cultura da Moda e Criação, e História da Arte. Já o curso tecnológico é do tipo "mão na massa", pra quem quer atuar nas atividades industriais, como marketing, corte e costura, modelagem, criação de tecidos etc. Algumas das disciplinas deste tipo de curso são Administração, Tecnologia do Vestuário e Gestão de Processos Produtivos.
Os dois tipos de curso duram em média 4 anos.

MODA OU JORNALISMO?
Essa é uma dúvida muuuuito frequente de quem sonha em trabalhar numa revista, porque tanto dá pra cursar Moda e fazer uma pós-graduação em jornalismo como também dá pra fazer Jornalismo e depois pós em moda. O que escolher então, Jesuuuuuuuus?! D:
Como eu também sempre me perguntei isso, todas as vezes que tive oportunidade de conversar com alguém que já trabalha no meio, pedi um conselho, e com isso cheguei a uma conclusão: ter sempre em mente o que você quer daqui uns 15 anos ajuda a decidir. Assim, olha, quem quer trabalhar sempre escrevendo, deve fazer Jornalismo, porque mesmo que um dia você enjoe de moda (as pessoas mudam!), vai dar pra você continuar escrevendo e tal. Agora quem quer começar escrevendo e depois quer se voltar mais à composição de looks para editoriais e etc., é melhor cursar Moda mesmo.


ONDE ESTUDAR?
As melhores universidades que oferecem o curso ficam no exterior, como a Parsons School em Nova York, que formou o estilista Thakoon, e a Central St. Martins em Londres, onde talentos como John Galliano e Stella McCartney se formaram. Mas no Brasil, também há ótimas instituições que oferecem o curso, como a Faculdade Santa Marcelina (a top aqui no país!), o Senac e a Universidade Anhembi Morumbi. A UEL em Londrina e a USP em São Paulo são públicas e também oferecem curso de Moda.

ALGUNS IT JOBS
Stylist: cuida do visual final, ou seja, é quem monta os looks dos editoriais de uma revista ou de um desfile. Exemplo de profissional: José Camarano.
Produtora: é a “sacoleira fashion”, pois carrega, literalmente, sacolas e mais sacolas de roupas. Ela tem a função de descolar aquelas peças que o stylist tanto precisa para montar o look perfeito, portanto como já me disse uma ex-produtora da Vogue, é essencial bom gosto e olho bom para achados para exercer essa profissão.
Estilista: cria peças de roupas, acessórios e jóias ou desenha novas estampas. EDP: Karl Lagerfeld, da Chanel.
Modelista: transpõe para moldes os desenhos do estilista, desenvolvendo modelos-piloto para orientar a produção.
Personal Stylist: ajuda o cliente a combinar roupas e encontrar um estilo, sempre de acordo com seu tipo físico. EDP: Chiara Gadaleta, do programa Tamanho Único.
Buyer: realiza a compra de coleções para uma loja. EDP: Patrícia Bagattini, da Daslu.
Jornalista: escreve sobre novas coleções, lançamentos etc. para uma revista ou um site de moda. EDP: Alê Garattoni, da RG Vogue.

E ai, com tudo isso deu pra se decidir? Espero que sim, mas se a resposta é não, num próximo post tem entrevista com a Gabi Zuri, estilista lá de Londrina que eu conheci no evento da Dijean NEO. Ficou muito legal e dá pra esclarecer mais algumas dúvidas!!! :)

Beijometwitta!

Fonte: Guia do Estudante 2008 e 2009, Moda Brasil.

quinta-feira, dezembro 09, 2010


TREND-SE de cara nova!

12
Aeeeeeeeeee, gente! Finalmente deu certo o novo layout! \o/
Em toda a minha vida bloguística (tenho blog desde uns 11 anos), sempre tive vontade de mandar fazer um lay personalizado pra mim, sabe, um totalmente com a minha cara... assim, eu até sei fazer as imagens e tudo o mais, mas quando vem a parte dos códigos HTML, é tenso! Por isso decidi encomendar um lay, tinha enjoado dos padrões do Blogger já! Hahahahaha! Tô muito feliz com o resultado, e vocês?! Não ficou rycooooo? Ainda tem alguns ajustezinhos pra fazer, mas é isso ai! :DD

PS: a bonequinha do topo aí é um desenho da modelo Linsey Wixson
PS 2: quem souber mexer com IFrames, please entrar em contato! Kkkk! trend-se@hotmail.com

Digam aí a opinião de vocês! :D
Beijometwitta!

quarta-feira, dezembro 08, 2010


Última aquisição!

3
Ai, gente, estou tão gastona nesse fim de ano! É Alexa Bag inspired daqui, é locação de fantasia dali (vou a uma festa à fantasia mara na sexta, depois conto mais!)... coitados dos meus pais, tô até com dó já! =P
Ontem eu fui no shopping e encontrei esse achado baphooo lá na Renner:



E assim foi mais um gasto, hahaha! Não é a coisa mais linda pra usar no reveillon?! *-* Dá uma olhada na renda mais de perto:



O melhor é que nem foi tão caro, R$ 69,90. Tudo bem que vale uns R$ 49, mas pensa em quanto custaria um shortinho desse lá na Zara! Uns R$ 99 no mínimo? :S
E falando em Zara, Dio mio, que decadência! Ultimamente não tem aparecido nada de legal lá, e quando a gente acha coisas bacanas, estão pra lá de caras. Sério, ontem vi uma bata branca meio hippie super fofa, mas o preço era horríver: R$ 119. Me poupe, hein? :S Bora todo mundo pra C&A e Renner meishmo!!! :)
Outra coisa que eu amei lá na Renner foi um macaquinho de malha preto com estampa de cerejas rosas. Era a coisa mais linda e confortável por R$ 59,90, se não me engano! Ameeei! :)

Gente, by the way, quem acompanha meu twitter (@trend_se) já deve ter visto que eu mandei fazer um layout novo pro blog. Tá a coisa mais linda de viver, tô mega ansiosa pra colocar logo aqui! Só mais uns ajustezinhos e em breve o Trend-se estará de cara nova (kkkkk, que frase mais brega)! Aguardeem...

Beijometwitta!

sexta-feira, dezembro 03, 2010


TREND-SE no Epcot

6


Aiiiii, que felicidade! Hoje vou escrever sobre meu parque favorito da vida, o Epcot, que é aquele da esfera prateada como vocês podem ver ai na foto. Meu irmão não achou muita graça, mas não sei, tem alguma coisa lá que me encantou muito. Adorei mesmoo!

O Epcot é outro parque do complexo Disney, voltado para a tecnologia e para o futuro, mas do que eu mais gostei foi a parte dos países, na área chamada World Showcase. Gente, é a coisa mais linda do mundo! São vários "pedaços" de diversos países, um do lado do outro. Sabe a torre Eiffel de Paris? Tem uma réplica igualzinha na parte da França! E quem disse que pra tirar foto naquelas cabinezinhas inglesas de telefone você precisa viajar até outro continente? Há umas idênticas na parte do Reino Unido do parque! Todo país tem seu estilo próprio e sua réplicas dos pontos turísticos mais famosos, é perfeito. Infelizmente, como o tempo é corrido lá em Orlando, nem consegui ver todos os países! Sniiif! :( Mas dos que eu vi, os meus favoritos foram a Alemanha e o Japão.
Em cada país tem restaurantes com comidas típicas e lojinhas, ai dá pra experimentar o sabor das outras culturas e também levar uma lembrancinha do país que você mais gosta pra casa! Me disseram que a pizza da parte da Itália é maravilhosa. Fikdik e se joga nessa baita interação cultural! ;)

Bom, na parte futurística do parque, chamada de Future World, há vários brinquedos legais. Eu ameeeeei o Soarin, um simulador de voo de asa-delta. É como se vocês estivesse MESMO sobrevoando as paisagens da Califórnia, com direito a ventinho no rosto e tudo! *-*
Uma dúvida muito frequente de quem nunca foi pra Disney é saber o que tem dentro da esfera gigante que simboliza o parque, então vou contar aqui: lá dentro tem um brinquedo muito 10 chamado Spaceship Earth, no qual a bordo de um carrinho você passeia por cenários que retratam a história da humanidade, desde o tempo das cavernas, passando pelos Grécia Antiga até a atualidade. No fim, tem um desenhinho que mostra o futuro. Falando assim parece que é chato, né? Mas é muito legal, de verdade! Todos os cenários são perfeitos, dá até um medinho de tão reais que são os bonecos, kkk! FIKDIK: logo quando entrar no carrinho, strike a pose, coléagaaaam! Uma foto é tirada no início do passeio pra fazer a montagem da sua cabeça no desenhinho do futuro. Eu não percebi que tinha essa foto e sai MUITO feia nela, kkkk! Ri muito quando vi no final!



O Test Track é também um dos brinquedos mais legais de todo o parque. Você senta num carrinho que simula uma série de testes automobilísticos da GM, ai tem uma parte em que o carrinho faz curvas a 100 km/h, é muito boooom! Kkkk, minha mãe ficou morrendo de medo, tadinha, mas nem tem quedas nem nada, é só alta velocidade mesmo! :) Não esqueça de pegar fast pass antes porque a fila é giganteee. :S
Ah é, tem uma parte no parque que é dedicada ao filme Procurando Nemo. O The Sea with Nemo & Friends é uma graça de brinquedo. Você entra num carrinho lindo em formato de concha do mar e acompanha o Nemo com os amigos numa tela 3D! Na saída, tem uma área dedicada só ao mundo marinho, com aquários de golfinhos e de peixes. É bem interessante!
Agora um brinquedo de que eu não gostei foi o Mission: Space, o tão comentado simulador da NASA. Há duas intensidades pra escolher, a fraca e a forte. O guia do meu grupo disse que a forte dava tontura, então fui na fraca, mas ainda assim passei meio mal. O ambiente é fechado, bem claustrofóbico, e pra piorar a situação, você mal entra na cabine e já dá de cara com saquinhos de papel pra caso você tenha indisposição durante o passeio, se é que vocês me entendem! Hahahahaha! :P Tensooo!

Assim como no Magic Kingdom, também é possível tirar fotos com a Minnie e o Mickey no Epcot, mas além deles também tem o Pateta, o Pato Donald e o Pluto. Sabe qual é a melhor coisa? Todos esses personagens se encontram num lugar só, você não precisa ficar indo em vários cantos diferentes pra tirar foto com cada um deles! O nome desse lugar é Character Spot. :)
No Epcot também tem queima de fogos de artifícios! Todas as noites acontece o IllumiNations - Reflections of Earth, um espetáculo incrível. Para quem já estiver de viagem marcada, o melhor lugar para assisti-lo é em frente ao The American Adventure, na parte dos países. Achei um vídeo pra vocês verem:



AH, SÓ PRA RELEMBRAR, tô fazendo essa série de posts de Orlando ainda! Vou postar sobre cada parque ao poucos por aqui. Já tem post do Magic Kingdom, viu?!

Beijometwitta!

quinta-feira, dezembro 02, 2010


28ª Casa de Criadores!

4
Gente, juro que ia postar isso aqui ontem, mas o meu Photoshop resolveu expirar e vocês sabem que yo no soy nada sem mi Photoshop, né? :S Enfim, whatever.
Era quase 16h quando a Ana Paula me ligou antes de ontem convidando para a 28ª Casa de Criadores, aquele evento de moda que revela novos talentos (fui na 27ª edição, lembram?). Mesmo tendo só menos de 2h para me aprontar, é claro que eu aceitei! Esse foi o segundo desfile ao qual eu fui, e me considero muito privilegiada de poder ter tido essa segunda oportunidade. MUITO OBRIGADA, ANAAA! s2

Bom, eu assisti aos desfiles do 2º dia, e o único que me agradou de verdade foi o da Gabriela Sakate, talvez por ter sido o mais comercial da noite. Os outros eram totalmente conceituais, aqueles do tipo que sua tia Gertrudes vê na revista e diz "quem é que vai ter coragem de usar isso?", sabe? Kkkk! Mas enfim, criatividade é essencial, a moda imita a arte.



Levando em conta os dois desfiles que a Gabriela já apresentou, percebi que as peças que ela cria são bem minimalistas. A coleção de ontem era toda "limpa" visualmente: as cores predominando o branco, preto e bege, os shapes estavam quase todos estruturados... enfim, o que deu o tchan foram as transparências em pontos bem pensados dos looks e os materiais. Mesmo sendo a favor do lema "mais é mais" e não muito do "menos é mais", eu adorei o inverno 2011 da Gabriela Sakate. Estava chique!
Não consegui uma foto maior, mas reparem nas sandálias. Meeeeeu, elas eram uma digníssimas! Foram outra coisa que também deixaram os looks phynos.
E a beauté é um bônus, olhem só:



Quero pra ontem essa trança rapunzel-muderrrna e esses smoky eyes maravilhosos! s2

Também gostei do desfile do Jacinto (ai, que estranho! Rs). A coleção estava bem boyish, tipo assaltei-o-guarda-roupa-do-namô. Mas embora tenha gostado, senti a sensação de já ter visto isso antes. Não lembra o verão 2009 (se não me engano) da Stella McCartney? Aliás, não é MUITO Stella McCartney, só que mais masculino?! Eu achei, vejam vocês:



Destaque para o vestido com mangas transparentes do último look, tendência lançada pela Olivia Palermoooo!

AMEI a beauté desse desfile também, tá meio andrógeno! Olha esse olho, gente... sou fissurada por olho esfumado escuro, sem contar que a sobrança apagada nas loiras fica legal:



Os outros dias da CdC eu acompanhei pela internet mesmo, e os looks do Walério Araujo e da Karin Feller foram os meus prediletos.
Walério fez uma coleção bem melancólica, trabalhada nas rendas ricas. Confesso que tô meio enjoada já de rendas, mas o trabalho que ele fez tá incrível. Podem continuar usando até a próxima temporada pois as tramas vão continuar a ser trendy.



Destaque também para os ombritchos, perceberam? Adoooro!

Já a Karin apresentou muito tricô, uma tendência fortíssima do inverno lá de fora de acordo com a revista Glamour de novembro. Achei legal também a variedade de cores, porque no inverno as coleções costumam ser muito sóbrias, e a da Karin Feller ficou cheia de vida. :)
Adorei esse último look da direita, é militar mas não cai naquele clichêzinho da jaqueta militar com os botões típicos e tal, né? :)
E eu nem mostrei ai na montagem, mas a Karin também investiu no corujismo que eu adooooro! Já me ganhou, sério.



O que vocês acharam das tendencinhas da CdC? Hot or not?
Beijometwitta!
 

ilustração por janelle burger | layout por jeskchan